Enfeite

sábado, 2 de dezembro de 2017

Resultado - Prêmio Governo de Minas Gerais de Literatura


Fonte: concursosliterários.blogspot.com

sábado, 25 de novembro de 2017

Educação divulga listagens classificatórias das inscrições para designação 2018

Educação divulga listagens classificatórias das inscrições para designação 2018

A classificação poderá ser verificada no site www.designaeducacao.mg.gov.br, através de computador, tablets e smartphones. O acesso pode ser feito de duas formas: pelo CPF do candidato, que mostrará um resumo das suas inscrições e a classificação individualmente; ou pela busca por cargo e localidade, em que o candidato poderá ver a lista geral de classificação daquele cargo e município e conferir as informações e posições de todos os candidatos que se inscreveram, de acordo com os critérios de classificação definidos em edital. As listagens também estão disponíveis nas Superintendências Regionais de Ensino.
Fonte: https://www.educacao.mg.gov.br/component/gmg/story/9332-educacao-divulga-listagens-classificatorias-das-inscricoes-para-designacao-2018.

12ª edição do Concurso Nacional de Leitura | PNL


A abertura da 12ª edição do Concurso Nacional de Leitura (CNL) acaba de ser anunciada pelo Plano Nacional de Leitura 2027.
É reafirmada a intenção de alcançar resultados específicos de promoção da leitura e da escrita junto da população escolar, alargando, na actual edição, o universo de acção a todos os níveis de ensino básico e secundário. Assim, o CNL 12ª Edição 2017/2018 é agora dirigido aos alunos do 1º, 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e aos alunos do Ensino Secundário.
A esta iniciativa, associam-se, tal como em edições anteriores, a Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), a Rede das Bibliotecas Escolares (RBE), o Camões IP, a Direção de Serviços de Ensino e Escolas Portuguesas no Estrangeiro (DSEEPE) e a RTP.
Regulamento e calendarização disponíveis aqui.
Fonte: Escritores on-line

domingo, 12 de novembro de 2017

Câmara de BH oferece 102 vagas em concurso

Fonte: Consulplan
A Câmara Municipal de Belo Horizonte publicou edital de seu concurso público, certame aguardado por muitos concurseiros, já que o último processo do órgão aconteceu em 2008. Com salários de até R$ 7,8 mil além de benefícios, o concurso traz oportunidades para os níveis médio, técnico e superior.

Vagas, salários e benefícios

O maior número de vagas (52) é para o cargo de Técnico Legislativo II, que exige nível médio, enquanto os cargos de Técnico de Enfermagem, Técnico de Saúde Bucal e Técnico de Segurança do Trabalho exigem também os cursos técnicos específicos. Para estes cargos, o salário é de R$ 3.187,25.

Para nível superior, os cargos são Analista de Tecnologia da Informação (área de Desenvolvimento de Sistema), Analista de Tecnologia da Informação (área de Infraestrutura de Sistema), Arquivista, Consultor Legislativo (área de Administração Pública, Orçamento e Finanças), Consultor Legislativo (área de Ciências Sociais e Políticas), Consultor Legislativo (área de Saúde Pública), Coordenador do Processo Legislativo, Dentista, Engenheiro Civil, Médico Clínico, Procurador, Psicólogo (área Clínica), Psicólogo (área Organizacional) e Redator. A remuneração mensal para Procurador é de R$ 7.853,62, enquanto que para os outros cargos de nível superior é de R$ 5.561,00.

A carga horária semanal é de 30 horas. Além do salário, os nomeados terão direito a auxílio-alimentação de R$ 30,25 por dia útil, auxílio-creche, auxílio-transporte e plano de saúde parcialmente subsidiados.

Inscrições

As inscrições para o concurso terão início no dia 28 de novembro, seguindo até 4 de janeiro através do site da Consulplan, organizadora do certame, www.consulplan.net. As provas acontecerão no dia 18 de fevereiro de 2018 na capital mineira.

Informações aos candidatos:
0800-283-4628 (Atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h)
atendimento@consulplan.com
Assessoria de Comunicação/Consulplan

ALGUNS ERROS NA ELABORAÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS

É enorme a quantidade de projetos BONS que pecam em informações básicas e muitas vezes não entendem o motivo de serem indeferidos ou obterem pontuação menor do que a desejada.
São muitos proponentes que esquecem de anexar o currículo de alguém da equipe técnica, outros dizem que haverá curadoria e esquecem de incluir este profissional na planilha orçamentária. Se o proponente não informa a programação, repertório e informa no texto do projeto que haverá curadoria, este profissional precisa ser remunerado ou se alguém da equipe fará este serviço informe.
E quanto a acessibilidade? Muitos, digo muitos proponentes informam que haverá Intérprete de Libras e este profissional também foi esquecido na planilha orçamentária. E na pontuação geral a acessibilidade tem seu peso. Em todas as Leis de incentivo, Lei Rouanet, Fundos de cultura, a acessibilidade cultural é um dos pontos a ser avaliado. Ampliar e facilitar o acesso de pessoas com deficiência ao produto cultural é o papel social que desempenhará o seu projeto.
Alguns projetos BONS, como disse, possuem todas as informações: ficha técnica, currículos, cartas de anuência, clipping/portfólio, mas se é um projeto de música ele não coloca links ou arquivos de áudios (quando o sistema permite) e não é todo avaliador que procura no youtube, estas informações devem estar no projeto!
O cronograma também é ponto de erros, pontua-se a mesma data em todas as etapas ou sem detalhamento: pré produção mês 02, produção mês 02 e pós produção mês 02. Fim. Um bom Cronograma deve estar coerente com as Etapas de Trabalho, com a operacionalização. Não precisamos aqui explicar o motivo de um projeto que não possui planejamento ser avaliado como viável a sua execução.
A Planilha orçamentária precisa ser coerente com o cronograma, com os produtos, está tudo interligado, período de realização de cada etapa, valores, público alvo e divulgação. Na minha última palestra aumentei um pouco o tempo falando do público alvo, colocar que é para ‘todo tipo de público’ tem que ser evitado. O seu projeto será para quem? Será destinado para o público adulto? Com conteúdo adulto? Crianças podem ter acesso ao conteúdo adulto? Será distribuído em escolas infantis (não digo de 2º grau)? É um debate importante e que teve espaço recente na mídia. Qual a quantidade de pessoas que ele abrangerá? Se o projeto não teve planejamento das ações, se o proponente não definiu o seu público alvo, ele pode acreditar que se destina para todo tipo de público, mas nem sempre. É importante definir quantas pessoas você pretende beneficiar com o projeto, qual idade, perfil, o que também está interligado com as estratégias de divulgação. É a continuação do planejamento do seu projeto.
Conceito básico de marketing: você precisa saber o seu público para definir a ação. Em projetos culturais é o mesmo, por exemplo: é um projeto no interior, em uma região distante do grande centro? Talvez os carros de sons sejam importantes para comunicar a comunidade sobre a realização do seu projeto. Já em grandes cidades, a verba de impulsionamento de redes sociais, por exemplo, se torna essencial para o seu projeto, então apenas informar no texto do projeto e não incluir esta verba na planilha orçamentária é um erro. Mas muitos se esquecem. E outro exemplo: um projeto itinerante, em 5 cidades, que só possui 2 itens de materiais gráficos, 3 cartazes e 500 folders irá conseguir fazer a divulgação em vários locais nestas 5 cidades? O plano de divulgação incide diretamente na formação de público, a visibilidade do projeto e/ou também do patrocinador, as logomarcas estão interligadas novamente.
A idéia, o sonho de um projeto está na concepção do seu idealizador, colocar tudo no papel de forma que o outro entenda não só o conceito, mas a execução de todas as etapas não é tão simples. Quem irá avaliar o projeto não conhece o SEU projeto, quem for ler não sabe do que se trata, todas as questões envolvidas no tema precisam estar claras e coerentes.
Fazer então um check-list é essencial, consultar cada item do respectivo edital e conferir. Planejar!
DANIELA BRAGA - parecerista do MinC, participa de comissões de análise de projetos culturais também nas esferas municipais e estaduais.

domingo, 5 de novembro de 2017

1º Edital de Publicação de Livros na cidade de São Paulo

A Prefeitura do Município de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, tornou público o “1º Edital de Publicação de Livros na cidade de São Paulo”. São objetivos da iniciativa: fortalecer e estimular o interesse pela leitura e literatura, fomentar ações literárias em espaços públicos e promover a pluralidade artística na literatura.

Serão selecionados 10 projetos de R$ 15 mil para publicação de livro inédito de autores não estreantes na cidade de São Paulo. As inscrições devem ser feitas na plataforma SP CULTURA (http://spcultura.prefeitura.sp.gov.br/) até às 18h do dia 13 de novembro de 2017.

Fonte: Prosas

sábado, 4 de novembro de 2017

O que é um ensaio literário?

O que é um ensaio literário?

Ensaio é um texto literário breve, situado entre o poético e o didático, expondo ideias, críticas e reflexões éticas e filosóficas a respeito de certo tema. É menos formal e mais flexível que o tratado. Consiste também na defesa de um ponto de vista pessoal e subjetivo sobre um tema (humanístico, filosófico, político, social, cultural, moral, comportamental, literário, religioso, etc.) [1] [2], sem que se paute em formalidades como documentos ou provas empíricas ou dedutivas de caráter científico. [2]
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Amador Madalena Maia lança livro de poesias

Obra em homenagem à valorização das mulheres e da família foi contemplada pelo Fundo Municipal de Incentivo à Cultura de Contagem


O escritor contagense Amador Madalena Maia lançou no dia 20 de outubro, sexta-feira, às 19h, na Associação de Deficientes de Contagem, o livro “Poesias Polêmicas - Para valorização das mulheres e da família - Poesias contra o assédio e o feminicídio”, publicado pela editora Emfoco, patrocinado pelo Fundo Municipal de Incentivo à Cultura de Contagem (FMIC).
Amador Madalena Maia nasceu no bairro Alto Vera Cruz, zona leste de Belo Horizonte e na infância viu a mãe ser vítima de violência doméstica. Com 5 anos de idade, após o pai falecer e a mãe ficar doente, foi separado dos irmãos e passou a morar em várias casas e a observar que a violência contra a mulher existia nos variados lugares por onde morou. Pensou que este tipo de violência fosse diminuir com o passar dos anos, mas isto não aconteceu.
Através do livro “Poesias Polêmicas para a valorização das mulheres e da família” ele pretende incluir os homens e a literatura na luta contra esse tipo de violência, como forma de auxiliar as leis e ações já existentes.
Hoje morador do bairro Três Barras, no centro de Contagem, com a esposa e as duas filhas, Maia é carteiro, escritor e poeta. Também é autor do livro “A pedagogia da invenção e os ambientes de inovação", resultado de uma pesquisa empírica feita pelo autor na região sudeste do nosso país onde ele, através da participação em feiras de invenções, entrevistas de televisão e revistas, analisou quais instituições do nosso país podem realmente apoiar os inventores, escritores e empreendedores na concretização dos seus objetivos e quais apenas fazem promessas.
O livro também teve apoio da Prefeitura de Contagem, através do FMIC, e foi publicado pela Editora Literato. Têm poesias publicadas no XI e XII Prêmio Valdeck Almeida de Jesus e na Coletânea em Prosa & verso, volume X, da Academia de Letras do Brasil.

domingo, 17 de setembro de 2017

Petrônio Souza Gonçalves lançando "O melhor mineiro do mundo"

Petrônio Souza Gonçalves lançando "O melhor mineiro do mundo" | Teatro Capitolio Vargi | Sexta, 06. Outubro 2017

Feira Literária de Varginha apresenta o jornalista e escritor Petronio Souza Gonçalves lançando seu livro "O melhor mineiro do mundo", biografia de José Aparecido de Oliveira.
fonte: eventbu

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

31/12/2017-Prêmio Literário Vergílio Ferreira com candidaturas até 31 de dezembro



Instituído pela Câmara Municipal de Gouveia em 1997, o Prémio Literário Vergílio Ferreira pretende homenagear o escritor Vergílio Ferreira, bem como, incentivar a produção literária, contribuindo para a defesa e enriquecimento da língua portuguesa.
O prémio literário galardoará bienalmente, e de forma alternada, o Romance Literário e o Ensaio Literário.
A edição de 2018 distinguirá um original versando na categoria de Ensaio Literário.
O prazo de entrega das obras a concurso é o dia 31 de dezembro de 2017.
Regulamento disponível aqui.
fonte: site escritores on-line